Implante Capilar

Existem diversas variáveis que podem acarretar na perda de cabelo (predisposição genética, hábitos alimentares, doenças, deficiência de vitaminas, etc), e o implante capilar surgiu como uma forma de solucionar os casos de calvície irreversível, quando o organismo não responde aos tratamentos realizados por meio de medicação.

O implante capilar é comumente considerado um tratamento estético, mas na realidade trata-se de um procedimento cirúrgico que fora desenvolvido no Japão, na década de 1930, e na época era feito através de transplante, em que os médicos utilizavam pequenos enxertos de couro cabeludo para a reparação das áreas com queimaduras (em feridos de guerra).

O transplante capilar é o precursor do implante, e é realizado até hoje, utilizando os folículos pilosos do próprio paciente, retirados de uma área que não seja afetada pela calvície (geralmente na parte lateral inferior do couro), conferindo resultado bem natural.

O implante capilar, por outro lado, é um procedimento cirúrgico mais recente, realizado com cabelos artificiais. Os fios sintéticos são implantados através de enxerto na área afetada. Apresentam resultado imediato, ainda que haja rejeição gradual por parte do organismo, uma vez que nenhum material aplicado é 100% biocompatível.

Geralmente, os homens são os que mais procuram pelo implante capilar, uma vez que também são os mais acometidos por problemas de queda de cabelo. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), aproximadamente metade da população masculina é propensa a perder, ao menos, uma parte dos fios até os 50 anos de idade.

O couro cabeludo do homem sofre de uma disfunção causada por herança genética: Nos indivíduos com predisposição, a enzima 5-alfa-redutase reage com a testosterona (hormônio masculino) resultando em di-hidrotestosterona (DHT), hormônio responsável pelo afinamento dos fios, o que leva à queda.

Ainda que a calvície seja o principal motivo que leva homens e (algumas) mulheres a optar pela cirurgia, o procedimento é também indicado em casos de alopecia de tração, para transplante de barba, cicatrizes no couro cabeludo e transplante de sobrancelha.

Para ter certeza sobre a escolha do implante capilar, é preciso, primeiramente, que o paciente se submeta a uma avaliação criteriosa, realizada por um médico especialista que, através de exames, deverá diagnosticar o problema com precisão, e indicar o melhor tratamento.

É normal que, antes de decidir pelo implante, o médico queira tentar tratamentos realizados por meio de medicamentos tópicos e também por via oral, como o Minoxidil e a Finasterida. De acordo com a resposta do organismo do paciente, é dada a continuação desse tratamento ou parte-se para a opção do implante capilar.

Ainda que o implante capilar seja um procedimento cirúrgico longo, a recuperação tende a ser muito rápida. Em geral, entre 7 e 10 dias os traços de cirurgia já não são mais visíveis. Os pacientes que contam com uma rotina de trabalho pouco exaustiva, como aqueles que trabalham em escritório, podem voltar às suas funções em dois dias ou três dias.

O paciente deve evitar tomar sol e se bronzear por um mês. Ele deve também evitar o uso de capacete pelos primeiros 10 dias. Atividades de lazer em rios, mares e piscinas estão liberados somente após 15 dias.

A lavagem dos cabelos deve ser iniciada já no dia seguinte ao procedimento, utilizando-se de técnica adequada. O método correto de lavagem será explicado pelo médico após a cirurgia.

Além disso, usar compressas de água gelada e tomar a medicação de forma regrada ajuda a garantir uma aparência mais natural da região. Todos os detalhes pertinentes e respostas às dúvidas dos pacientes serão transmitidos pelo cirurgião, que leva em consideração as especificidades de cada caso.

Para saber mais sobre Implante Capilar, conheça a Calvície BH, uma das mais tradicionais clínicas de Belo Horizonte, especializada em implante e transplante capilar. A clínica conta com profissionais especializados, que avaliam de maneira individual casa caso, garantindo resultados perfeitos e naturais.

Navegue pelo site para ter mais informações e tire suas dúvidas com a equipe.