(31) 2512-8907 (31) 9.9880-8907
Tricologia: O que é e para que serve?

O que é Tricologia e para que serve?

Quando se identifica problemas nos fios ou no couro cabeludo, muitas pessoas se sentem perdidas, sem saber que tratamento procurar e que melhor se encaixa no seu caso. Mas essa dúvida pode estar o fim quando se fala em tricologia. Não sabe o que significa? Calma! Vamos falar tudo sobre essa grande descoberta. Trata-se de uma especialização médica da dermatologia voltada especificamente para o cuidado do cabelo, deixando sempre saudável. Procura estudar e solucionar uma complicação do couro cabeludo e dos cabelos. Tricologia é um termo que assusta em alguns casos, mas é o ramo da ciência dos cabelos e possíveis problemas com eles. Trata-se de um termo recente para os pacientes brasileiros, mas na verdade esses estudos são realizados desde 1902 na Inglaterra.

Com a eterna busca pela beleza afetando diretamente a autoestima de qualquer pessoa, sendo homem ou mulher, a preocupação com os cabelos se tornou constante. Muitos podem pensar que trata-se “apenas” de estética, mas a queda de cabelo na verdade é muito mais do que isso. A queda de cabelos pode representar o início de alguma doença simples ou mesmo com a possibilidade de gravidade. Já foram identificados cerca de

2500 motivos para a queda de cabelo. Por isso é muito importante a investigação desse quadro por um médico dermatologista especializado no assunto. Mais a frente falaremos de todas as possíveis alterações.

Os profissionais ligados à estética e saúde estão cada vez mais buscando informações sobre o assunto e se especializando nas diversas áreas relacionadas. A busca por tratamentos eficientes e resultados de excelência se tornam cada vez mais constante. Em busca de um mesmo interesse, a tricologia reúne profissionais diferentes como biomédicos, Cabeleireiros, químicos, médicos, esteticistas e nutricionistas. Todo tratamento

é feito com acompanhamento de um dermatologista em um consultório, pois tem a necessidade de equipamentos específicos e procedimentos adequados.

O problema mais comum que faz os pacientes procurarem a tricologia é a queda de cabelos, mas o mais importante é identificar a causa raiz desse problema. A calvície pode ser causada por diversos fatores e por isso a investigação através de exames adequados é de suma importância. Não basta tratar o problema, sem tratar diretamente a causa. Todo tratamento é realizado através do diagnóstico encontrado, sem isso a chance de excelência é pequena. Por isso é tão importante que se procure um especialista para que o tratamento seja realmente eficaz.

A Tricologia no Brasil

Conforme informado anteriormente, para exercer a tricologia se faz necessário muito estudo e especializações. O Brasil é referência no ramo de estética, com grandes profissionais que buscam a todo momento descobrir novas tecnologias para atender a diversidade de tipos de cabelos que existe em nosso País. O curso para tricologia exige muito dos profissionais com um número considerável de horas/aula e também uma rigorosa avaliação feita ao final do curso. Para que o profissional esteja apto a exercer essa função, na grade maioria, se faz necessário atingir entre 70 e 75% dos pontos totais. Importante ressaltar a importância de uma instituição qualificada, pois a tricologia tem sido um grande diferencial no mercado para os profissionais.

Tanto no Brasil, quanto no mundo, a busca por excelentes resultados e pesquisas têm crescido muito. Em especial no Brasil, é possível encontrar grandes profissionais especializados e aptos a exercerem com maestria essa função.

Quais os principais sintomas e doenças que são tratados pela tricologia?

  • Calvície (feminina ou masculina)

A calvície masculina ou feminina afeta diretamente a autoestima. Ela pode ocorrer por questões genéticas ou por algumas outras condições como anemia, micose, estresse excessivo, distúrbios na tireoide e outros.

  • Quebras dos fios

Na era dos exageros com produtos químicos, os fios sofrem cada vez mais. Ficam danificados e até mesmo quebrados. O ideal é entender a situação real e utilizar o procedimento de forma mais direcionada.

  • Infecções no couro cabeludo

Causada por um fungo, pode causar manchas vermelhas e ardência, deixa os cabelos frágeis e o mais grave é que trata-se de uma doença contagiosa. Causa uma irritação no couro cabeludo e que incomoda a todos. A tricologia tratará de forma eficaz.

  • Psoríase

Assim como a caspa, causa irritação e descamação do couro cabeludo. É uma doença crônica, mas como uma análise correta, pode ser tratada evitando que aumente a área afetada.

  • Queda dos fios

Pode ocorrer por diversos motivos como a utilização de produtos químicos, falta de nutrientes ou mesmo alguma doença um pouco mais séria. A tricologia pode oferecer um estudo detalhado para que a causa seja tratada rapidamente. Quanto antes descoberto, mais sucesso é possível ser atingido.

Devemos procurar um profissional da tricologia?

Sim, no caso de algumas doenças, para cuidar de nossa saúde necessitamos de um acompanhamento constante. Muitas das vezes não damos a atenção necessária a alguns sinais que nosso corpo nos dá. Por isso a prevenção é o melhor a se fazer. Quanto mais cedo a alteração for identificada, maior probabilidade de sucesso teremos. A mesma relação se dá para quando não damos importância aos sinais e deixamos sempre para depois. Quanto mais tardia for a identificação da causa, menor a chance de sucesso no tratamento.

Quando procuramos ajuda profissional especializada no assunto, temos o cuidado que necessitamos. E é nesse momento que o tricologista começa a atuar. Um profissional especializado que pode te auxiliar tanto na prevenção, quanto na solução de algum dano já existente.

O tricologista deve buscar inovações constantemente com o intuito de obter os melhores resultados. Assim que o paciente chega até uma clínica, o tricologista fará um levantamento detalhado da situação, além de solicitar exames específicos para que possa ter o diagnóstico exato. Antes mesmo dos resultados, ele pode auxiliar o paciente com orientações de tratamento e algumas mudanças diárias que podem ser feitas para auxiliar no tratamento como melhorar a alimentação, reduzir a ansiedade e o estresse. Procedimentos invasivos não são frequentes e ter o auxílio do paciente é de extrema importância para o tratamento.

O profissional da tricologia fará uma investigação a fundo sempre com o objetivo de identificar a causa/origem do problema. Só depois desse processo, poderá iniciar realmente o tratamento. Esse processo acontece através de algumas etapas:

  • Anamnese – trata-se do processo inicial, ou seja, basicamente é uma entrevista feita com o paciente para conhecer todo o histórico. Com isso o profissional poderá identificar informações importantes e assim analisar quais exames solicitar. Perguntas como seus hábitos diários, medicamentos que faz uso contínuo ou esporádico, procedimentos realizados no cabelo e até mesmo questões relacionadas ao emocional do paciente.
  • Exame físico – depois da entrevista realizada, o exame físico é necessário para que se faça a avaliação do paciente no momento da consulta, identificando assim todos os sinais aparentes.
  • Exames laboratoriais – hemograma completo e taxas hormonais são alguns dos exames que podem ser solicitados pelo profissional especialista.
  • Tricograma – esse procedimento tem como objetivo analisar microscopicamente os fios de cabelo. Para efetuar o exame se faz necessária uma amostra de fios da área afetada. Uma estimativa é obtida para quantificar o percentual de crescimento da doença em cada fio. Para fazer esse procedimento, o paciente precisa estar pelo menos 8 semanas sem aplicação de qualquer produto químico, sem utilizar chapinha no cabelo, além de ter a necessidade de ficar sem lavar o cabelo por 3 a 4 dias.
  • Tricocospia – Nesse procedimento não é necessário arrancar fios de cabelo. Um equipamento que possui uma câmera com um zoom com capacidade de aumentar em até 70 vezes a visão é utilizado. Tem possibilidade de detectar doenças como inflamações, descamações, lúpus e outras.
  • Biópsia do couro cabeludo – Esse procedimento retira parte do couro cabeludo com o objetivo de obter um diagnóstico laboratorial para um específico laudo. Contará com o apoio de um médico patologista para fazer as observações através do microscópio.
  • Mineralografia – Uma causa possível para problemas capilares é a intoxicação através de metais pesados. A mineralografia vai investigar esse desequilíbrio. Uma quantidade de cabelos da nuca é retirada pela raiz e encaminhada para um laboratório especializado.

Com os resultados obtidos nos exames solicitados, o profissional tricologista identificará os problemas possíveis e dará início ao tratamento adequado sempre com objetivo de dar início ao processo de recuperação do couro cabeludo e dos fios. O profissional dispõe de vários tipos de tratamento, escolhendo o método de acordo com a necessidade de cada paciente.

Tipos de tratamentos

  • Microagulhamento – é um tratamento que estimula e induz a produção de colágeno e estimula o crescimento dos fios tratando assim a queda dos fios. Um equipamento chamado dermaroller. Esse aparelho é um rolo de polietileno que possui algumas agulhas que podem variar de formato, tamanho e número. Esse aparelho faz pequenos furos no couro cabeludo, o que favorece a vascularização da área afetada e estimula a multiplicação de novos fios capilares. Normalmente são indicadas no mínimo 5 sessões (dependendo do dano), 1 por mês. Já é possível encontrar trabalhos científicos que podem comprovar a eficácia desse procedimento. Casos com bons resultados em homens no tratamento de alopecia androgenética (a calvície masculina). Também tem sido uma ótima alternativa para tratamentos em mulheres. A frequência das sessões e os cuidados indicados após o tratamento, vai depender da análise de cada médico. Existe uma extensa variedade de protocolos e procedimentos, por isso é tão importante que seja realizado por um profissional qualificado e com experiência com esse tipo de tratamento. Lembrando sempre que o microagulhamento caseiro não é recomendado, pois esse processo precisa ser realizado com um protocolo específico de assepsia. Além do profissional adequado saber qual entre todas as agulhas deve ser a utilizada no seu tratamento. O risco de infecção é grande se não realizado da forma correta.
  • Laser capilar – o tratamento com laser é uma das técnicas mais utilizadas na tricologia. Inibe a absorção da dihidrostesterona (causa a perda da capacidade de produzir novos fios) e tem como objetivo provocar a bio-estimulação das células, estimulando a sua capacidade de produzir novos fios de cabelo. Um laser de baixa potência é aplicado provocando o estímulo de ATP. Esse processo contribui no aumento da velocidade de desenvolvimento dos fios em tamanho e espessura.
  • Fotobiomodulação – é baseado na irradiação luminosa, estimulando a produção de elastina e colágeno, além do metabolismo celular. Tem como objetivo acelerar o crescimento e fortalecimento dos fios.
  • Via oral – O uso de medicamentos pode ser indicado para tratar alguma deficiência do organismo como anemia. Vitaminas podem ser receitadas para completar a dieta diária. Também podem ser indicados no tratamento preventivo contra calvície no caso de clientes com tendência à doença.
  • Infusão transdérmica – trata-se de um tratamento que utiliza microagulhas que injetados agem na derme do couro cabeludo, conforme a necessidade do paciente.
  • Fortalecimento capilar – baseia-se em técnicas para minimizar ao máximo o enfraquecimento capilar.
  • Desobstrução folicular – a obstrução do folículo piloso pode ocorrer quando se cria muito sebo no couro cabeludo. Para reduzir as possíveis irritações, caspas ou mesmo queda dos fios, é necessária uma limpeza profunda.
  • Carboxiterapia – consiste na aplicação de gás carbônico com fins terapêuticos. É indicado para pacientes com queda de fios em quantidade. Não é indicado no caso de presença de danos aparentes no couro cabeludo.

Todo tratamento terá seu resultado melhorado com a ajuda do paciente. Caso seja adotada uma mudança de hábitos e alimentação balanceada. Atividade que possa aliviar o estresse também é muito indicada para ajudar no tratamento capilar. O tempo e frequência das sessões vão depender de cada caso. Sempre importante seguir recomendações do profissional para que além de ter o resultado esperado, evitar retorno da doença tratada.

A tecnologia está muito avançada, mas ainda é possível encontrar aventureiros na área realizando esse tratamento, muitos sem o estudo, treinamento e experiência necessários para os procedimentos. Então a dica mais importante é ter cautela. Procure uma clínica reconhecida, com profissionais qualificados e mesmo com essas informações busque referências e indicações. Desconfie se o profissional somente lhe der a opção de microagulhamento, pois vimos aqui nesse artigo que não é o único método possível e eficaz nesse tratamento. Ter um profissional que investigue bem o seu caso é muito importante para que o tratamento adequado seja utilizado.

[recent-faqs ]

navegação Destaque Belo Horizonte - MG
  • Av. do Contorno, 4640, 15º andar - Funcionários
  • (31) 99880-8907
  • (31) 2512-8907
Uberlândia - MG
  • Rua Bernardo Cupertino, nº 1514 - Osvaldo Rezende
  • (31) 99880-8907
  • (31) 2512-8907
Brasília - DF
  • Estamos atendendo em dias específicos na cidade de Brasília, por gentileza agendar sua consulta via WhatsApp
  • (31) 99880-8907

© 2018 - 2019 Clínica Calvície BH | Tratamento Capilar – Tricologia Belo Horizonte – MG

Desenvolvido por Public Online