O transplante capilar é um grande aliado na luta contra a queda de cabelo. As técnicas estão tão avançadas que permitem resultados cada vez mais naturais e procedimentos mais rápidos e acessíveis. A maioria das cirurgias é feita para melhorar o aspecto da calvície tradicional, causada pela alopecia androgenética. Porém existe alguns procedimentos para de fato realizar o transplante capilar, confira!

O primeiro passo é a avaliação feita pelo médico que irá cuidar do seu caso. O profissional vai analisar a causa e a proporção da perda de cabelos, a qualidade da área doadora e por fim determinar se o transplante é a melhor solução para você. O médico também deve conversar sobre suas expectativas, analisar o que é possível fazer, quais são os resultados que você pode esperar, e informações sobre o pré-operatório e pós-operatório. Saiba aqui quando vale a pena fazer um transplante capilar.

Após a primeira conversa onde o médico já tem algumas informações necessárias, como por exemplo, se você toma algum medicamento contínuo, se tem alguma doença crônica, entre outas, o profissional vai solicitar alguns exames pré-cirúrgicos tradicionais, podendo ser: raio x de tórax, ecocardiograma, hemograma, provas de coagulação, entre outros.

Depois destes procedimentos iniciais a cirurgia irá ser marcada e o médico vai passar algumas orientações, as mais comuns são: deixar o cabelo o mais comprido possível para o dia da cirurgia; proteger o couro cabeludo sol, para não haver queimaduras no dia do procedimento; lavar bem a cabeça com shampoo no dia da cirurgia e não utilizar produtos como gel, spray, mousse, cremes, perfumes e maquiagens.

A maioria dos procedimentos é feito com anestesia local e sedação leve. Dado início a cirurgia, uma área de 12 a 45 cm2, a cerca de 7 cm acima da base do pescoço, é raspada e demarcada. Com lentes e instrumentos precisos, 10% das unidades foliculares – fios, glândulas e músculos da região são colhidas. Logo em seguida o cirurgião demarca a área que receberá os implantes. Dependendo do espaço a ser preenchido, são implantadas de 4 mil a 6 mil fios. O paciente acompanha tudo na frente do espelho

Na região careca, o cirurgião faz vários pequenos orifícios (de até 2 mm de diâmetro e 4 mm de profundidade). Raios laser podem fazer furos ainda menores! Os fios são inseridos um por um, respeitando a direção natural de crescimento dos fios. Como são implantados com músculos e glândulas, eles continuam ali o seu processo normal de crescimento.

Após algumas horas de cirurgia, são aplicados curativos, presos por uma atadura elástica que deve retirada no dia seguinte. O paciente volta a sua vida normal, mais é preciso evitar o sol e muito esforço físico por cerca de 3 semanas. Em alguns meses, o cabelo atinge o crescimento normal. Depois de 10 meses, o paciente já estará totalmente adaptado com os novos fios, como se estivessem sempre ali.

Se você está pensando em fazer o transplante capilar ou tem alguma outra dúvida sobre o assunto, entre em contato com os profissionais da clínica Calvície BH. A clínica conta com médicos altamente capacitados para execução de diversas técnicas de transplante capilar e outros procedimentos da área. A qualidade da clínica e dos profissionais que farão a sua cirurgia é um fator indispensável!