Alopecia: entenda causas, sintomas e tratamentos

Mulher com sintomas de Alopecia

Queda de cabelo. Sendo este o motivo de uma baixa na autoestima, ela pode ser desencadeada por diversos fatores. E a Alopecia é uma delas. Sendo uma das doenças de couro cabeludo que mais atinge os brasileiros, esta pode causar problemas irreversíveis.

Mas você sabe o que é Alopecia? E em quais situações ela pode vir a atingir uma pessoa? Alopecia é contagiosa ou não? Quais os sintomas? Tem cura? O tratamento pode levar quanto tempo?

Pensando em responder a estas e mais perguntas reunimos algumas informações importantes sobre esta doença. Acompanhe e se inteire do assunto agora mesmo!

Alopecia: o que é?

Caracteriza-se como Alopecia a doença que causa queda parcial ou total dos fios e pelos de homens e mulheres. A mesma pode ser causada por diversos motivos, como por exemplo genética, trauma emocional, alteração de hormônios e até mesmo uso de medicamentos que deixam os fios mais fracos.

Ela é mais comum do que se noticia: estima-se que, apenas em 2015, 2% de todos os brasileiros tinham que conviver com este problema.

Ainda não se sabe o motivo certo para que esse problema venha a atingir o corpo de uma pessoa, mas tem-se conhecimento por parte da medicina que alguns fatores podem acabar colaborando.

Significado de Alopecia

Possuindo origem grega, o nome Alopecia é derivado de Alopexia, de Alópex (raposa). Esta doença foi nomeada por Ambroise Paré, famoso cirurgião francês que viveu entre 1510 e 1590.

Paré deu este nome para a enfermidade devido a mesma se parecer com o ciclo de perca de pelos de uma raposa, onde este é um fenômeno natural nos animais desta espécie.

Sabe-se também que isso acontece com raposas com mais idade, os pelos caem de forma generalizada. O cirurgião então fez uma analogia à pelagem do animal com nossos fios de cabelo devido a justamente apresentarmos os mesmos sintomas da raposa.

Cabelo caindo? Entre em contato com nosso time de atendimento e acabe com isso agora mesmo!
Cabelo caindo? Entre em contato com nosso time de atendimento e acabe com isso agora mesmo!

Quais são as causas da Alopecia?

Boa parte dos casos de Alopecia são decorrentes de genética ou até mesmo idade, mas os profissionais em doenças do couro cabeludo que tratam este tipo de doença já sabem que existem outras causas.

Lembrando que cada caso possui suas especificidades, onde os fatores que vamos citar a seguir são apenas os mais comuns. Veja o que pode levar você a ter Alopecia:

  • Caso anterior de Alopecia ou queda de cabelo massiva na família;
  • Idade: pessoas com mais de 50 anos possuem maior tendência a desenvolver este problema;
  • Perda de peso (onde os nutrientes do corpo estão baixos);
  • Doenças como lúpus e diabetes;
  • Estresse ou situações que causaram dano emocional;
  • Gravidez (existem casos de mulheres que apresentaram queda dos fios após o parto);
  • Muita vitamina A no corpo.
  • Falta de proteína e alguns minerais, como por exemplo o sódio;
  • Mudanças hormonais devido a algum período pelo qual o corpo está passando;
  • Inexistência de vitamina B12 no corpo.

Mas como dissemos anteriormente: muitos podem vir a ser os fatores que desencadeiam Alopecia em uma pessoa, então o melhor a se fazer é sempre consultar um especialista.

Através de uma consulta rápida e que vai permitir um diagnóstico assertivo, um profissional vai não apenas identificar o tipo de Alopecia, mas sim já indicar o que deve ser feito para os sintomas serem combatidos.

Alopecia: sintomas

O sintoma mais aparente da Alopecia é a alta queda de fios de cabelo, mas pode haver certa diferença entre homens e mulheres. No gênero masculino, começam a aparecer falhas na testa, as conhecidas “entradas” que as pessoas tanto comentam. Nas mulheres isso muda: a queda acontece no topo da cabeça, onde as “falhas” ficam aparentes e causam certo desconforto.

Mas tanto nos homens como mulheres, o tratamento é feito da mesma forma. Primeiro o especialista identifica o tipo de Alopecia e em seguida os medicamentos/métodos para combater os sintomas.

Também existem um tipo dessa doença que provoca queda definitiva dos cabelos e pelos de toda a parte do corpo: Alopecia universal (universalis). Ainda existem métodos como perucas que resolvem este problema, mas o tipo desta doença é o menos comum.

Tratamento de Alopecia

A primeira ação para acabar com este tipo de doença no couro cabeludo é realizar o diagnóstico. Sem isso, todo e qualquer meio de combater a Alopecia pode vir a ser perdido. Existem alguns casos dessa enfermidade que são irreversíveis, onde os fios ficam impedidos de nascer/criar volume.

Mas em geral, o tratamento de alopecia é feito por meio de métodos que acabam ou combatem a queda dos fios. Hoje em dia o ramo de tratamentos está cada vez mais amplo, onde aqui mesmo na Clínica Dr. Otávio Boaventura realizamos microagulhamento, cirurgias FUE com fios longos e muito mais. Não deixe de ler nosso artigo que falamos sobre todos os métodos de tratamento de queda cabelo.

Além de cirurgias e métodos medicinais, é possível dizer que o tratamento de Alopecia pode ser apoiado por meio de uma alimentação rica em nutrientes. Também é possível acabar com esta doença através de transplante capilar e remédios injetáveis, mas a automedicação nunca deve acontecer.

Caso isso aconteça, os sintomas podem vir a se agravar ou até mesmo evoluir para alguma doença mais séria. Por via das dúvidas, sempre siga as orientações do especialista que identificou e sabe do tipo de Alopecia que você está convivendo.

Alopecia tem cura ou é considerada uma doença crônica?

Como dissemos anteriormente, existem muitos tipos de Alopecia e alguns deles podem ser curados por meio do tratamento adequado. Importante dizer que no caso de perca definitiva dos fios, como você pode imaginar, não há cura.

Os casos genéticos podem ser considerados cíclicos, onde os sintomas podem aparecer entre um período e outro. Mas hoje em dia está mais fácil combater a Alopecia, a medicina sabe como lidar com essa doença do couro cabeludo de uma forma mais assertiva.

Tratamento de Alopecia Areata

Sendo um dos tipos mais comuns da doença que é o foco deste artigo, a Alopecia Areata é muito comum em homens, onde os sintomas mais aparentes são a perca parcial de cabelos e pelos de diversas partes do corpo. São elas:

  • Couro cabeludo;
  • Sobrancelha;
  • Barba.

O tratamento, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, acontece por meio de medicamentos tópicos, como Minoxidil, corticoides e antralina. Os três exemplos citados são usados para combater os sintomas e estimular o crescimento dos fios.

Existe pomada para Alopecia?

Sim! Uma das formas de acabar com os sintomas da Alopecia é por meio de uma pomada que possui antralina em sua composição. A mesma deve ser aplicada na região que está acontecendo a queda dos fios e pode acontecer certa mudança no tom de pele.

Importante você saber que esta pomada para Alopecia possui ação anti-inflamatória. Devido a esse remédio ser indicado para os tipos auto-imune, vai ser preciso então recuperar o local para que os fios voltem a crescer sem problemas.

Alopecia é contagiosa?

Mesmo sendo uma doença do couro cabeludo que pode passar de geração para geração, hoje em dia a medicina já sabe que a Alopecia não é contagiosa. Apesar de tudo, as pessoas que precisam viver com esta enfermidade ainda sofrem com o distanciamento de pessoas próximas.

E o mesmo acontece com quem possui Psoríase: acontecem casos de pessoas que sofrem de ambas as enfermidades precisarem de apoio terapêutico para passarem por este problema da melhor forma possível.

Então, ao perceber que uma pessoa está com Alopecia, o melhor a se fazer é sempre apoiar a mesma neste momento. Lembre-se que o apoio no momento de baixa autoestima pode ajudar e muito no tratamento.

Quer saber mais sobre como sua queda de cabelo pode acabar? Entre em contato com nossa clínica!

Quem possui Alopecia pode pintar o cabelo?

Sendo a dúvida de muitas pessoas que precisam viver com esta doença, não podemos negar que, principalmente no caso das mulheres, a pintura do cabelo pode trazer a renovação de autoestima. Entretanto, devido estar com os fios mais fracos que o normal, é importante tomar alguns cuidados.

O uso da coloração permanente deve ser evitado justamente pelo fato deste produto possuir amônia em sua composição. Sabe-se que esse componente promove a abertura dos fios para que a coloração fixe, mas devido a já estarem fracos ou quebradiços, isso pode ser um problema para quem possui Alopecia.

Então quem possui essa doença até pode pintar o cabelo, o mais recomendado é sempre realizar a utilização de tinturas sem amônia. Tonalizantes também são uma opção, mas uma recomendação médica deve ser ouvida antes do procedimento ser realizado.

Alopecia infantil

Sabe-se que algumas crianças podem vir a apresentar Alopecia, mas isso é menos frequente. O tipo Aerata é o mais comum nos pequenos, onde acontece uma perca de cabelos e também na sobrancelha (em casos mais específicos).

É importante não começar a tratar a criança por conta própria e sim sempre procurar um especialista. A micose também pode causar certa queda de cabelo e o tratamento pode acabar causando certas complicações.

Quem tem alopecia pode fazer progressiva?

Devido a ser um procedimento que utiliza diversos componentes químicos (como por exemplo o Formol), não é recomendado às pessoas diagnosticadas com Alopecia não realizem este procedimento.

Como os fios estão passando por uma espécie de recuperação, deste procedimento pode deixar os mesmos mais fracos e a queda pode aumentar. Inclusive, existem casos de mulheres que apresentaram sintomas mais graves da Alopecia após realizar progressiva. Por via das dúvidas, não se arrisque e cuide de seu bem-estar!

Precisa de ajuda para combater Alopecia? Nós podemos ajudar!

Depois que você entendeu tudo sobre esta doença e até mesmo identificou alguns sintomas, o que acha de receber apoio de um especialista para saber com qual tipo você está vivendo e como pode tratar isso? Conte com nossa ajuda!

Nossos doutores e doutoras são formados nas melhores instituições do Brasil e podem lhe ajudar a passar por este momento da melhor forma possível. Quer saber mais? Entre em contato com nosso time de atendimento e agende sua consulta o quanto antes! Vale lembrar que realizamos atendimento via WhatsApp e você pode falar conosco quando quiser.

Gostou do conteúdo acima? Siga nosso clínica nas redes sociais: estamos no Facebook e Instagram. Não deixe de acessar nosso blog, há diversos artigos sobre doenças de couro cabeludo e cuidados para a autoestima.

Quer ter acesso ao conteúdo VIP?

Preencha o formulário abaixo

navegação
Destaque

© 2018 - 2020 Clínica Calvície BH | Tratamento Capilar – Tricologia Belo Horizonte – MG

Desenvolvido por Public Online