Doenças no couro cabeludo: conheça as mais comuns

Mulher procurando sintomas de doenças no couro cabeludo

Não podemos negar que existem muitas doenças no couro cabeludo, estas que podem vir a apresentar mudanças no crescimento dos fios. Mas além disso, a autoestima pode ser gravemente afetada. E você sabe quais são elas?

Pensando em lhe ajudar a realizar um breve autodiagnóstico, reunimos algumas informações sobre doenças no couro cabeludo. Lembrando que, isso de forma alguma substitui a visita à uma clínica especializada para o melhor tratamento ser indicado. Acompanhe!

O que são doenças no couro cabelo?

Caracterizam-se como doenças no couro cabeludo todos os problemas que causam certa alteração no crescimento dos fios ou aparência externa da cabeça. Em alguns casos, essas condições não atingem apenas o couro cabeludo, mas também outras partes do corpo, como manchas ou até mesmo alteração nos crescimento dos pelos.

Mas não precisa se preocupar se seu cabelo cair: caso não saiba, 100 fios de cabelo caem de forma natural, estes que já concluíram seu ciclo de vida e já estão “prontos” para serem substituídos. O problema acontece se este número começa a aumentar, onde visivelmente, é possível perceber pequenas “falhas” na região do cabelo.

E como dissemos anteriormente em outros artigos de nosso blog: o melhor a se fazer quando alguma alteração no couro cabeludo começa a aparecer, é sempre consultar um Tricologista.

Por meio de uma consulta e até mesmo exame mais específico, vai ser possível que este (a) identifique e indique a melhor forma de tratamento para que tudo acabe o mais rápido possível.

Cabelo caindo? Entre em contato com nosso time de atendimento e acabe com isso agora mesmo!
Cabelo caindo? Entre em contato com nosso time de atendimento e acabe com isso agora mesmo!


O que pode causar queda de cabelo?

Na verdade, muitos fatores. As doenças no couro cabeludo podem ser desencadeadas por genética, onde a mesma é passada de pai para filho e demais parentes. Entretanto, a alta exposição ao sol também pode acabar causando problema.

Um dos exemplos disto é a Psoríase, que como já falamos em um artigo, é passada entre gerações de família. A mesma não é contagiosa, mas ainda assim pode atingir o couro cabeludo e causar alterações.

Além disso, alguns medicamentos e tratamentos também podem causar queda de cabelo, como por exemplo a quimioterapia. De todas as formas as causas são estudadas após o diagnóstico ser realizado. Ele pode acontecer em uma consulta ou até mesmo por meio de exames.

Quais são as principais doenças no couro cabeludo?

Muitas, e os sintomas também são os mais diversos. Estes podem ser desde uma queda total ou parcial dos fios até mesmo o aparecimento de manchas na pele. Pensando em lhe falar um pouco sobre isso, reunimos abaixo as 5 mais comuns.

Saiba que: caso você esteja apresentando um dos sintomas citados nos próximos parágrafos, nunca opte por tratamento indicados na internet. Neste caso, procure um especialista para que os efeitos das doenças no couro cabeludo não piorem.

1. Dermatite Seborreica

Sendo uma condição que causa a conhecida caspa no cabelo, Dermatite Seborreica é uma das doenças no couro cabeludo mais frequentes e afeta pessoas em diversas idades. Esta não é contagiosa, mas segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, atinge cerca de 60 a 90% da população de nosso país.

Como dissemos anteriormente, um dos sintomas mais aparentes é a descamação (caspas) e o aparecimento de manchas vermelhas em algumas partes do corpo, entre elas:

  • Sobrancelha;
  • Cantos do nariz;
  • Couro cabeludo;
  • Orelhas.

A Dermatite Seborreica é uma das doenças do couro cabeludo que não possuem cura, e até hoje, suas causas não foram conhecidas pela medicina. Como atinge boa parte da população, pode acontecer de pessoas da mesma família apresentarem os sintomas.

O tratamento acontece de forma crônica, onde os especialistas indicam produtos para diminuir os sintomas e a pessoa viver de forma tranquila. Mas a mesma não deve deixar de se consultar com o especialista para saber se o tratamento feito no inverno ainda é válido para o verão, época que as temperaturas aumentam.

2. Psoríase

Sendo o tema de um dos artigos de nosso blog, a Psoríase é uma doença que também não é contagiosa, mas causa quedas dos fios e o aparecimento de manchas na pele e couro cabeludo.

A mesma é uma condição cíclica, ou seja, pode vir a causar sintomas durante um período e depois passar um tempo sem causar problemas. A Psoríase é uma das doenças do couro cabeludo que causam alteração hormonal, onde os Línfócitos T (as células responsáveis pelo cuidado de nossa saúde) liberam substâncias que resultam em inflamações.

Devido a ser uma doença cíclica, a mesma não possui cura. Psoríase não é contagiosa, mas há casos de pessoas de uma mesma família que apresentaram sintomas desta doença.

O tratamento é feito por meio de medicamentos que diminuem os sinais da Psoríase, ter uma alimentação saudável e evitar tabagismo é uma das formas de conviver com dessas doenças do couro cabeludo. Não deixe de acessar nosso texto especial sobre Psoríase para entender tudo sobre isso!

3. Pitiríase

Esta doença é bastante confundida com o eflúvio telógeno devido a apresentar os mesmos sintomas, mas ela não é causada devido a algum trauma. Os especialistas em doenças de couro cabeludo ainda não entenderam o que pode vir a causar Pitiríase nas pessoas, mas sabe-se que ela pode ser um efeito colateral de vacinas como HPV, BCG e difteria.

Além disso, a ingestão de medicamentos com os seguintes componentes pode vir a causar Pitiríase em uma pessoa:

  • Ácido acetilsalicílico
  • Barbitúricos
  • Bismuto
  • Captopril
  • Clonidina
  • Ouro
  • Omatinib
  • Sotretinoína
  • Cetotifeno
  • Evamisol
  • Metronidazol
  • Omeprazol, D-peniclamina e terbinafina, entre outras).      

Importante saber que a Pitiríase possui três tipos: Alba, Versicolor e Rósea de Gilbert. Em todos os casos, as chances de cura são altas se o paciente seguir as recomendações do especialista. Entre os tratamentos, estão a realização de banhos com água morna, alimentação saudável e uso de produtos com aveia.

Já falamos mais sobre isso em um artigo especial, não deixe de acessar e conferir tudo sobre uma destas doenças do couro cabeludo.

4. Eflúvio Telógeno

Este tipo de doença do couro cabeludo pode ser considerada uma resposta do corpo, devido a algum trauma emocional, como por exemplo um problema financeiro ou qualquer outra situação que venha a causar desconforto.

O sintoma mais aparente de quem possui esta doença de couro cabeludo é o aumento na queda de cabelo, onde os fios tendem a cair com mais facilidade.

A melhor forma de conter o eflúvio telógeno é acabando com o problema que causou o mesmo, onde pode ser necessário o acompanhamento de um terapeuta. E existem três tipos: Anagéneo, Catagénea e Telógénea.

Felizmente, a cura para estes três tipos pode ser encontrada sem problemas. Em alguns casos, o tratamento dura no máximo 3 meses, mas cada pessoa tem suas especificidades.

Já desenvolvemos um texto apenas sobre Eflúvio Telógeno, não deixe de acessar e ficar sabendo tudo.

5. Alopecia

Sendo esta uma das doenças mais conhecidas pelo público, a Alopecia resulta em quedas de fios e pelos em diversas partes do corpo, causando até mesmo a perca definitiva.

O tratamento para os 8 tipos de Alopecia pode variar muito, por isso não deixe de consultar um especialista. Os métodos para combater esta doença envolvem o uso de corticoides e terapias que duram o tempo necessário.

Quer saber mais sobre como sua queda de cabelo pode acabar? Entre em contato com nossa clínica!

Os fatores que podem vir a desencadear a Alopecia são diversos, mas geralmente ela aparece devido a problemas auto imunes e/ou traumas emocionais. Havendo qualquer problema, sempre consulte um especialista.

Como evitar doenças no couro cabeludo?

Algumas ações podem fazer com que os problemas de queda de cabelo não venham a aparecer. Uma alimentação regrada com alimentos ricos em vitaminas pode não apenas ajudar a evitar isso, mas sim impulsionar o crescimento dos fios.

Também é importante que qualquer exposição ao sol seja feita com proteção ao couro cabeludo, por meio de bonés e chapéus. Outro método que ajuda é realizar a lavagem dos cabelos com um shampoo adequado.

Precisa de ajuda para tratar doenças no couro cabeludo? Podemos lhe ajudar!

Depois que você já sabe quais sãos as principais doenças que podem vir a causar alteração no crescimento dos fios e acabou identificando que está com um dos sintomas, o que acha de contar com a opinião de um especialista? É hora de solicitar ajuda!

A Clínica Dr. Otávio Boaventura conta com diversos profissionais formados nas melhores instituições do Brasil e que podem lhe indicar o melhor tratamento. Contate-nos agora e não deixe sua autoestima ser afetada!

O que achou do conteúdo acima? Falamos mais sobre doenças no couro cabeludo em nossas redes sociais: siga-nos no Facebook e Instagram. Também não deixe de ler os outros artigos de nosso blog, falamos sobre diversos assuntos referentes à autoestima e cuidado dos cabelos.

Quer ter acesso ao conteúdo VIP?

Preencha o formulário abaixo

navegação
Destaque

© 2018 - 2020 Clínica Calvície BH | Tratamento Capilar – Tricologia Belo Horizonte – MG

Desenvolvido por Public Online